Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AO LONGE

Ao longe avistei sua face
tao linda e pura
como o dia que nasce,
meiga e triste
como se me chamasse
e calasse sem me abracar.

A noite senti a pele sua.
Toquei  estrelas
beijei e amei a lua,
entreguei meu medo
nos segredos
de minh'alma nua
em versos de meu amar.

Teu cheiro veio-me ao vento.
Escravo  sou eu,
de meu pensamento,
livre  sou seu,
meu alivio, meu alento...
querer...ter... lhe procurar.

Por vezes o mel perde a docura.
Sem seu beijo,
parte sana da loucura
sempre vejo
o seu amor que emana
e nao me cura
desse meu penar.

A vida, agora brinca comigo,
mostra-me ao longe
o seu desejo  como castigo,
o brilho do ouro...
o tesouro antigo
escondido em seu olhar.





Eddie Freitas
Enviado por Eddie Freitas em 02/09/2007
Código do texto: T634994
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eddie Freitas
Estados Unidos, 53 anos
32 textos (1802 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 13:02)
Eddie Freitas