Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Silêncios dúbios

Si. "El camino se hace caminando..."

"...Vuelve la paz al cielo;
la brisa tutelar esparce aromas
otra vez sobre el campo, y aparece,
en la bendita soledad, tu sombra."
(Antonio Machado)

A cada passo, a cada instante vazio,
sinto que me acompanhas, que me habita;
estás em mim e vais tecendo teu fio,
enredando uma teia leve, colorida, bonita.
Eu o tenho quando penso em solidão,
quando as nuvens desabam em gotas tristes
e percebo que me cobres o coração
mostrando-me o quanto em mim existes.
E ofertas flores de palavras em perfume,
um imenso verde de montanhas e sóis,
faz de mim claridade, fogo em lume,
e envias uma canção em meio aos bemóis.
Me toca com dedos de vento e me sentes,
como estivesse próxima, à distância da mão,
me recebes como se não houvera ausentes,
como se eu habitasse, descalça, o mesmo chão.


http://versosprofanos.blogspot.com/
Maria Quitéria
Enviado por Maria Quitéria em 03/09/2007
Código do texto: T636432

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/mquiteria). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Quitéria
São Paulo - São Paulo - Brasil
1098 textos (344984 leituras)
1 áudios (2465 audições)
4 e-livros (3953 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 12:42)
Maria Quitéria