Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Bela Adormecida

Entrei num conto de fadas
Nele penetrei no teu ser
Sensações fogosas e sensiveis
Que me faz te amar sem limites

Sedução que excita
Bela adormecida
Pela flecha ferida
Mistérios do amor que fascina
 
Atravessando a fronteira do invisivel
Totalmente eletrizada
Na dormência ardente
Do meu corpo demente

Alucinada a sua procura
Sua boca, sua pele, seu corpo
Explorando o meu numa viajem louca
Pelos quatro cantos do mundo
Em busca do seu fruto

Bela adormecida
Sem juízo, sem sina
Vivendo na fantasia
Emoção reprimida
Que não encontra a saída

Oculto dentro do teu ser
Voluntáriamente morrendo de prazer
Te amando a cada amanhecer
Mistérios que não consigo descrever

Sinto seus carinhos mais íntimos
E o sentimento que não resisto
Com um desejo total
Devoro seu corpo
Aniquilando meu fogo

Eu saio do meu mundo sem medo
Por seu amor e seus beijos
Não tenho mais mente
Assumo que estou contente
Te amando a distância, e sem tempo
Com a força dos ventos

Meu ultimo sopro ofegante
Que me tira do ar todo instante
Arrancando a minha realidade
O seu espaço é minha metade
Onde espasmos se misturam
E eu encontro a vida pura

Minha transmutação é real
Dentro do universo total
Amor que quero sentir
Do começo até o fim.
          Realidade
       Poeta
   Sonho
Amor
bejs

S.S.
Rio
 
Xama
Enviado por Xama em 03/09/2007
Reeditado em 16/03/2009
Código do texto: T636465

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Xama
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 49 anos
513 textos (41130 leituras)
1 áudios (411 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 12:39)
Xama