Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALAVRAS NÃO HÁ

Palavras não há! Monólogo de um eu sem você
Sinfonia em um baile qualquer
Ritmos incertos de um coração aflito
Perdas e ganhos doação voluntária de mim.

Palavras simplesmente palavras
Não preciso delas!
Pois, elas me deixaram, assim como você!
Amor – quanto mais real, mais abstrato.

Palavras não há! O amor é assim
Incongruente simplório exigente
Maturo, infantil, inocente e fatal
No repouso manso traz furor e paixão

O amor é assim – não há palavras
Inexplicável transitório
Conjugado já não é amor
Amor – quanto mais real, mais abstrato.
Natalino Oliveira
Enviado por Natalino Oliveira em 26/10/2005
Código do texto: T63864
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Natalino Oliveira
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil
29 textos (2315 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:16)
Natalino Oliveira