Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA AMADA, MINHA PÁTRIA

Não aportei em ti por acaso:
meus olhos tiveram nos teus
a inenarrável surpresa.
Encontrei em ti
a insondável beleza,
mistério absoluto,
mar enluarado.
Em meus sonhos,
ergui uma bandeira.
Esse pálio até hoje desfraldado
dança ao vento
de meu amor pleno.
Em ti repouso
meu anseio, meu progresso.
E, quando em lágrimas, te peço
a sublime consolação,
tuas praias chamam meu corpo ao descanso
e me desfaleço
feito menino no colo
de sua mãe.
Pátria, mãe, irmã, amada,
o céu é alto,
mas és a minha escada
para alcançar
algo além de mim.
E assim é que te amo.
Pátria amada, me salvas
da imensa solidão.
James Vidal
Enviado por James Vidal em 06/09/2007
Código do texto: T640932

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (James Vidal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
James Vidal
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
101 textos (9844 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 21:23)
James Vidal