Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Calma tempo!

Passa tempo!
Mas volta logo a tempo!
Porque há tanto tempo
a sumir-se
E eu já não tenho
Assim tanto tempo.

Preciso que passes
Tempo.
Mas não passes a voar
Senão fico sem o tempo
para também chegar a tempo
de ainda te ver passar.

Passa
Tempo!
Passa lá!
porque o tempo que eu quero
Há tanto tempo que o espero
para que arranjes um tempo
de regressar para cá

Passa
tempo!
Mas não
passatempo a folgar.
Eu exijo
que  passes a tempo
mas sem qualquer
contratempo
para que eu
ainda tenha tempo
de encontrar um outro tempo
para que te possa
ainda amar.




lucianobarata
Enviado por lucianobarata em 06/09/2007
Reeditado em 08/09/2007
Código do texto: T641365
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
lucianobarata
Portugal, 67 anos
43 textos (1463 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 03:38)
lucianobarata