Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um dia... Quem sabe...

Um dia, encontro a fórmula do amor...
Um dia, entendo os mistérios de voar...
Um dia, perco a cabeça e me entrego sem medo....
Um dia... Aceito sorrir e chorar...

Passa o tempo e não me esqueço...
Das lágrimas, do sofrer...
Não tenho a maior alegria do mundo,
Mas não morro com medo de perder...

Não ter dói quando a noite chega...
Quem não tem, vive sem extremos.
Não há dor que consuma a alma
Nem alegria que exploda o peito...

Vive-se tal qual morto vivo,
Sem o tempero de dores e amores...
Vive-se um dia após o outro.
Sem o sentir intenso, sem muitas cores..
AlíriaBranca
Enviado por AlíriaBranca em 09/09/2007
Reeditado em 11/09/2007
Código do texto: T645010
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
AlíriaBranca
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
231 textos (10181 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 22:02)
AlíriaBranca