Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão

Voçe me olha
E não me vê
Me ouve
E não me escuta
Esta perto de mim
E se afasta
Sua alma voa
Para longe
Me quer
E não me aceita
E então
Meu corção se deleita
Em águas escuras e profundas
Oriundas de tremenda solidão
Anaildes da Hora
Enviado por Anaildes da Hora em 10/09/2007
Código do texto: T646362
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anaildes da Hora
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 53 anos
42 textos (2026 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 11:41)
Anaildes da Hora