Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ave do meu deserto

[para ouvir, copiar e colar o link em seu navegador]
http://geocities.yahoo.com.br/quiteamando/armenian_dance.mid

Toque-me como antes, toque-me, toque-me,
venha com o fogo, venha ao meu foqo,
aos cantos ciganos dos desertos, deite-me
nas areias dolentes do povo sem jugo;
venha, desnude a aurora como antes,
rompa o lacre, o castiço e meus grilhões,
sucumba ao meu ventre em sua dança,
aos sete véus que despi nos clarões
das luas, das fantasias, na tua lança;
não esqueça o tempo, o antes-futuro,
os caminhos percorridos nas loas e amores
do meu corpo entregue ao teu duro
mesmo nos trilhares de tantas dores.

Toque-me. Venha. Finque. Satisfaça.
Você que sabe o que tanto me consome,
que comigo viveu o que a vida traça,
que agüentou meu desatino e minha fome.
Você, você, homem dos meus dias e da lavra
que vive a insanidade do que não me some,
que sabe o valor que tem minha palavra

- que sabe, de mim, muito mais que o nome -

http://versosprofanos.blogspot.com/
Maria Quitéria
Enviado por Maria Quitéria em 12/09/2007
Código do texto: T649173

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/mquiteria). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Quitéria
São Paulo - São Paulo - Brasil
1098 textos (344977 leituras)
1 áudios (2465 audições)
4 e-livros (3953 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 13:03)
Maria Quitéria