Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CILADAS DO AMOR!

O amor nos apronta doces ciladas:
É como um caçador à espera de suas presas...
E nós, como animais selvagens postos em mata fechada  lutamos, uivamos, mas... não conseguimos nada

Teus olhos faceiros. Procuravam-me
E eu me escondi desse olhar caçador.
Mas esses Olhos de caçada, enlaçavam-me ...

E quanto mais fugia mais rendida estava.
Corri.
Corri em disparada ... Teus olhos me perseguiram
Camuflei-me com as minhas facetas de camaleão e...
Tudo foi em vão... Camuflado estava o caçador:
Fui capturada. Capturada pelo Amor.

E fisgada estou nas mãos do ligeiro perseguidor
Imóvel, pasmada, enebriada...

Ah, que delícia
Que delícia de cilada d’amor!
GLÁUCIA ROSA
Enviado por GLÁUCIA ROSA em 12/09/2007
Reeditado em 14/09/2007
Código do texto: T649617
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
GLÁUCIA ROSA
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 36 anos
44 textos (14195 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 17:01)
GLÁUCIA ROSA