Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUEM DERA

QUEM DERA
Eliana Duarte


Quem dera existisse uma corrente
para te prender dentro do meu
coração para sempre,
que nunca nos perdêssemos
de vista, e que este sentimento
só viesse a crescer mais e mais,
a cada dia...
Quem dera poder parar o tempo,
estacionar tudo e sermos eternos neste querer, neste sentir...
Quem dera ter-te sempre só para mim,
todo minuto, todo segundo,
respirar teus ares, sonhar teus sonhos, realizar nossos mais doces desejos.
Quem dera poder eternizar os momentos, nosso amor, e vivermos para
sempre esta emoção, esse sentir,
essas  sensações tão deliciosas,
a vida inteira.
Quem dera eu conseguisse manter
acesa a chama da paixão, dos desejos,
e sempre nos sentirmos atraídos,
querendo-nos...
Quem dera esse amor nunca tivesse
um fim, se perpetuasse eternamente
em nossas vidas.
Quem dera ter-te para sempre, ser tua namorada e ter teu amor o resto da
minha vida.

 
Eliana Duarte
12/09/07
09:00hs

Eliana Duarte
Enviado por Eliana Duarte em 12/09/2007
Reeditado em 12/09/2007
Código do texto: T649841

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliana Duarte
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 56 anos
594 textos (28949 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 12:28)
Eliana Duarte