Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENTIRAS DE AMOR

Eu minto que te quero
e tu bem que acreditas
Te engano com boleros
e logo calas ou gritas
 
Vivo cantando fado
tocando muitas liras
Em teu amor guardado
tu gemes e deliras
 
Sussurro que te espero
teus olhos logo brilham
e assim não desespero
com votos que cintilam
 
Se isto é uma conquista
e ao meu amor te atiras,
afirma-te masoquista
e crês nas minhas mentiras

Fernando Tanajura
Enviado por Fernando Tanajura em 29/10/2005
Reeditado em 07/02/2011
Código do texto: T65085
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernando Tanajura). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Tanajura
Estados Unidos
1467 textos (154808 leituras)
1 e-livros (154 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 09:57)
Fernando Tanajura