Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TE AMO

DA SOLIDÃO, SURGE UM PRANTO SENTIDO.
EXPLODINDO NO PEITO, FEITO GEMIDO.
OLHA E NÃO VÊ A SOLUÇÃO.
TRESPASSA O SENTIMENTO.
AFOGA A PAIXÃO. AUMENTA O BATIMENTO.
E SOFRE.
APAIXONADO CORAÇÃO.
A LOUCURA CAMPEIA SOLTA.
QUAL REDEMOINHO
ESPALHANDO E TURBILHONANDO.
FAZENDO SOFRER
ESTE CORAÇÃO, QUE POR VOCÊ.
TEM TANTO AMOR E PAIXÃO.

DA SOLIDÃO ROLA A LÁGRIMA DISCRETA.
ESCONDIDA NO FUNDO DA ALMA.
NÃO ROLA NA FACE, DE VERGONHA.
PARA NÃO DAR A CONHECER
O SENTIMENTO ANULADO E CAIDO.
QUE SOFRE COMO CÃO PERDIDO.
POR ESTE AMOR NÃO CORRESPONDIDO.
CHORA BAIXINHO.
TRESPASSA O ORGULHO.
INSONE DELIRA.
BEBE NA TAÇA DA VIDA, A CICUTA.
E MORRE AOS POUCOS.
MURMURANDO BAIXINHO.
TE AMO, TE AMO, TE AMO.
E VOCÊ...
NÃO O ESCUTA.

ROMÃO MIRANDA VIDAL
Enviado por ROMÃO MIRANDA VIDAL em 13/09/2007
Reeditado em 13/09/2007
Código do texto: T651155
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ROMÃO MIRANDA VIDAL
Curitiba - Paraná - Brasil
346 textos (23744 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 20:15)