Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Então?

Eu tento e te atento,
como não tentaria?
Adentrar-te desconhecendo-te?
Conheço teu olhar assanhado,
mas não teu corpo,
desejado a todo tempo.
O que tu querias
se teus olhos comigo há muito mexiam?
Não escondi meus desejos!
Deixei transparente
minha querência de mulher
que em muitos instantes me enlouquece.
Nem sei mais se desejo apenas teu corpo
ou já quero tua alma de silêncios coloridos.
Por que me vieste assim de brincadeira?
Por que fui a ti toda faceira?
Do querer do meu ventre,
surgiu-me um querer do meu querer.
E agora?
Vem! Vamos embora!
Não achas que está na hora?
Quanto tempo nos resta nesta festa do faz de conta?
O que tu ainda procura,
já te carreguei na loucura.
Tu sabes, eu sei,
Então vem!

Rose Stteffen
Enviado por Rose Stteffen em 13/09/2007
Reeditado em 21/04/2011
Código do texto: T651493
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Rose Stteffen). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rose Stteffen
São Paulo - São Paulo - Brasil
1347 textos (177589 leituras)
15 áudios (1868 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:35)
Rose Stteffen