Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amar você

Amar você
È ter a insensatez
de não enxergar os intermúndios
perder a noção de tempo
espaço e realidade
é burlar as circunstâncias
e burilar os sentimentos
que te fazem perfeito
é ver em cada gesto seu
um feito homérico indelével
e ouvir cada palavra
como a mais linda sonata
sentir seu cheiro onde você nunca esteve
mitigar uma culpa inexistente
querendo não te querer
entender que nomomento
tudo o que faz sentido
é a loucura de ter você
Amar você
é como a alba ao surdo
o alarido do mudo
culto ao sol em tempestade
o sabor do absurdo
de colher felicidade
no âmago do deserto
de sonhos e afetos
quebrar barreiras do tempo
com a lucidez do insano
que recolhe de bom grado
migalhas do seu carinho
despendidas por engano
ou descuido de momento
é a lágrima que vem
partilhar com gosto
do imenso desgosto
do existir sem ser
ultimar os versos
trôpegos incertos
colhidos no desespero
de tanto querer e não ter
e encerrá-los no opúsculo
do eterno esquecer.
Silas Santos
Enviado por Silas Santos em 14/09/2007
Código do texto: T652130
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silas Santos
Diadema - São Paulo - Brasil
11 textos (883 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 10:15)
Silas Santos