Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O POEMA DE AMOR DE SEMPRE

Leio em teu rosto
o poema de sempre.
E descubro o ritmo
sempre renovado.

Há algo de flor
em teu sorriso:
enfeita as horas
em que caminho só.

A poesia nunca é simples,
pois traz sempre
um novo continente
quando a reencontramos.

Esse rosto, o poema,
me ilumina e me abençoa.
A vida se torna mais clara:

veja! O sol parece dançar.
Francisco C
Enviado por Francisco C em 18/09/2007
Código do texto: T657722

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.franciscocampos.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco C
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
363 textos (25900 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 08:52)
Francisco C