Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Devaneio em linho

Fantasiar seu sorriso não é devaneio
Não é loucura não é ilusão.
Nem mesmo o matiz de sua boca
O som acarpetado, o céu enluarado.
Olhos em desalinho perfeito
Riso no triste em seu rosto.

Insanidade seria pensar em cousas outras
Abdicar do ato de ver-te em sonho.
Ceifar flores de outono
Adormecer o despertar dos acordados
Nulificar, perecer, mitigar, desprender.
Existir sem brotar pra existência

Partamos do cais sem permissão
Mesmo com amarras presas, com velas recolhidas.
É preciso libertar nossos corações
Para que pulsem vida não vivida
Que o temor não nos permite viver
Mas o amor não dá alternativa.


André, um Jerico
www.ideiadejerico.com
André um Jerico
Enviado por André um Jerico em 19/09/2007
Código do texto: T659506

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andre Barbosa de Oliveira www.ideiadejerico.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André um Jerico
Monte Santo de Minas - Minas Gerais - Brasil, 47 anos
56 textos (824 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 19:19)
André um Jerico