Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REVELAÇÃO

Não sou quem pensas.
Antes um vadio na vida
que um operário,
eis quem sou.
Enquanto ergo paredes,
minha mente se expande
e revejo versos
de dias azuis.
Descanso no pensamento,
livre das cruzes
que me pesam
nos ombros.

As mãos feridas, escrevo
o quanto me ilumina
a vida.
Abro os olhos
e as portas da casa.
Amigos brincam
no meu quintal.
Guardo histórias no bolso
de minha calça jeans.

Tenho minha função,
recebo o salário
e a dignidade,
mas continuo vadio,
vagabundo do presente.
Só penso nas horas
em que juntos estivemos
e nos dias
que ainda teremos.

Preso a meu ofício,
redescubro a liberdade.


Francisco C
Enviado por Francisco C em 20/09/2007
Código do texto: T660704

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.franciscocampos.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco C
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
363 textos (25863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 11:44)
Francisco C