Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EI , moço!



Ei moço, faz assim não...
Deixa quieto meu coração
Sem fantasia e emoção
Faz assim não, moço faceiro
Num tempo quase tardio
Remexes sentimentos
Coisas de menino vadio
Ei moço, brinca assim não!
De sonhar, imaginar...
Tudo é desvario
Perigoso labirinto,
Enternecimento, paixão!
Ei moço, faz assim não...
Buscas e incitas com jeito
Chamas adormecidas,
Desejos contidos
Eternos sonhos de mulher
Ei moço, olha assim não...
Penetras o meu pensamento
Vislumbra as sensações
Fazes leitura do não dito
Ei moço, se aquieta!
Assim tudo desassossega
Deixa de provocar, encantar...
Ei moço, pondera...
Faz assim não,
Permaneces apenas na canção!



EDILIA MAIA
Enviado por EDILIA MAIA em 03/11/2005
Código do texto: T66892
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
EDILIA MAIA
Fortaleza - Ceará - Brasil
2 textos (95 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:00)