Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maria

     Vejo teus seios
     como o náufrago
     avista teu bote salvador.

Acaricio teus seios, Maria
com a leveza de quem
manuseia pétalas de rosas.

     Maria, sugo em teus seios
     o suco divino de um
     amor puro e cristalino.

Prostro-me em teus seios, Maria
como o súdito o faz
para com o teu rei

      Teus seios, Maria, minha purificação.
      Deuses do meu céu
      blasfêmias do meu pecar.

Maria, teus seios em meus anseios;
confortam o meu sono e
amenizam a minha insônia.

      Teus seios, Maria, em meus devaneios;
      vinho da minha embriaguêz
      ilusão da minha lucidêz.

Ataliba Campos  Lima
12, 22/07/00
Apoio Cultural www.jornalnovafronteira.com.br
Ataliba
Enviado por Ataliba em 26/09/2007
Reeditado em 24/11/2007
Código do texto: T669303
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ataliba
Barreiras - Bahia - Brasil, 76 anos
20 textos (656 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 17:45)
Ataliba