Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NO PERCURSO DE UM RIO

Rio que segues o teu curso
Lenta e despreocupadamente,
Contornando obstáculos
Curvando aqui e ali
A todos e a tudo indiferente.

Vais seguro, vais sereno.
Aquieto-me diante de ti,
Observo-te em pleno,
Admirando a tua tranquilidade
No silêncio da minha saudade,
E no silêncio que há em ti.

Sinto a tua calma
Impregnando meu corpo,
Sinto a tua harmonia
Invadindo a minha alma,
Bebo da tua essência
Da tua beleza e da tua pureza.

Quero continuar ali,
Bem pertinho de ti.
Quero me confundir
Com a tua imagem,
E nela me rever.
Quero também da tua fonte beber

Mas tu lá vais
Caminhando sinuosamente,
Por aquela ravina abaixo
Lenta, lentamente,
Despreocupadamente,
Até encontrares o teu Mar
Onde provavelmente
Irás desaguar.

Para traz fiquei eu!
Perdida na tua imensidão,
Escondida na tua paixão
Com medo de me perder no meu Mar
Com medo de me perder na desilusão.
celeste palma
Enviado por celeste palma em 27/09/2007
Código do texto: T671275

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
celeste palma
Portugal, 69 anos
36 textos (4003 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 22:51)
celeste palma