Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O futuro, que vivo

Ando sem saber pra aonde ir
ou  pra onde chegar,
vivo sem saber quando vou morrer
ou guando vou sorrir
ou guando vou amar.

um dia irei me pergunta,
por que vivo mais no futuro,
do que no presente,
nas ruas, nas praças,
não penso em outra coisa a não ser um dia,
quando eu estiver mais velho,
olha para voce dizer o que sinto,
e só nois dois contar o que agente perdeu juntos,
mas sei que te amo,
então vou cuidar de voce sem saber,
se cai chuva lá fora ou se faz frio,
por que sempre irei te amar.

vivo no mundo que não e meu,
queria poder um dia para e falar
por que e tão dificil anda sem voce,
sem voce não sou nada
sem voce sou apenas um menino
menino que chora,
e que anda
mais não vive.

acredite que o futuro exista,
por que e pra istó que vivo,
pois um dia viveremos o futuro juntos,
sozinhos e felizes
e sim mudar o que perdemos
aguela felicidade.
 
Renato Batista
Enviado por Renato Batista em 29/09/2007
Reeditado em 19/10/2007
Código do texto: T673192

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renato Batista
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 27 anos
6 textos (363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 13:02)