Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O gosto amargo das cinzas...

Em um passo eu posso alcançar...
O quão longe sempre quis chegar,
Dizer estar satisfeito e com todo respeito...
Poder enfim respirar.
Não é tão simples mover o corpo de lugar...
Quando sua mente parece tão perdida,
Ou em outro ar, tantas frases repitidas...
Que já nem sei se guarda ainda...
Rascunhos das letras que fazia..
Pra tentar conquistar..
Um mero esboço de sorriso,
Que acabe comigo...
Mas que possa me levar pra dançar...
Estou perdendo o juizo,
Que ainda ali na esquina acabei de comprar..
Todo colorido enfeitado com folhas do altar...
Talvez em comprimido eu pudesse mastigar..
Sentir meu corpo moido,
E então não se preocupar com andar...
Rasgo a dentes esta velha carta,
Misturando assim,
Pra ninguém lembrar..
O gosto amargo das cinzas...
Que vêm da onde está.

Jeferson Ricardo
Enviado por Jeferson Ricardo em 29/09/2007
Código do texto: T673311
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jeferson Ricardo
Cosmópolis - São Paulo - Brasil
8 textos (326 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 23:56)
Jeferson Ricardo