Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cala-te

Cala-te!
Antes que as palavras roubem a beleza desse momento mudo.
Não desejo ouvir nada além de seu silêncio.
Não desejo sentir nada além de sua pele.
Abandono todos os conhecimentos,
Apenas as horas me perseguem.

Cala-te!
De que adiantam palavras que não escuto?
Meus ouvidos estão surdos.
Tenho apenas paladar e tato.
Nada além. Nada mais que mãos, pernas e braços.
Asiosos para unirem-se aos seus.

Cala-te!
Antes que tudo se torne supérfluo
antes que os gritos se façam ouvir
e as horas retornem barulhentas anunciando:
- é tempo de partir.



Meri Jaan
Enviado por Meri Jaan em 02/10/2007
Código do texto: T676884

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Meri Jaan
Bauru - São Paulo - Brasil, 35 anos
47 textos (2129 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 21:47)
Meri Jaan