Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANIVERSÁRIO

Sentada à soleira da porta da cozinha,
fitando o céu azul das Minas Gerais,
sentindo o aroma das torrefadoras de café,
a mulher pensa no Homem pretérito.

Sente então a presença inexorável
daquele franco e gostoso sorriso,
do caráter límpido e forte
do Homem que jamais foi esquecido.

Percebe; não é apenas um Homem,
é especial, inteiro, real.
Jóia rara da natureza humana que
um dia conheceu e amou.

Sentada à soleira da porta da cozinha
pitando um cigarro em momento de reflexão,
vê seu rosto refletido em sua mente,
a perfeição do Homem exclusivo, único.

Divaga em meio à sua presença.
Exercício de imaginação na tentativa de sabe-lo agora.

O Homem está longe, distante,
presente em seu corpo de emoções,
como no passado, em delícias de amantes.

Não!
Não é simplesmente um homem,
é perfeito, inteiro, total.
A admiração torna a poeta ausente de sua rotina medíocre
e enleva-a à região do inusitado.

A poeta desperta então
e depois de um doce beijo de aniversário
retorna à lida diária de mulher feliz,
realizada pela lembrança de um verdadeiro amor!

[TEXTO PROTEGIDO POR REGISTRO]
Anália Maia
Enviado por Anália Maia em 06/11/2005
Reeditado em 10/11/2005
Código do texto: T67938
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anália Maia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 67 anos
12 textos (660 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 21:59)
Anália Maia