Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARNAVAL

Rufar de pandeiros e tamborins,
gargalhar constante de foliões em euforia,
cerveja,
suor,
samba e...
no meio da multidão você.

Calças branca, camisa estampada,
sorriso nos lábios, olhos brilhantes,
alegria aleatória
sem significação específica
cantando
dançando
pisoteando meu coração.

Tola romântica em devaneios,
interior repleto de sua lembrança,
olhar lacrimejante,
angustiante desejo de tê-lo em meu corpo.

Nada de samba
suor ou cerveja.
Somente a saudade,
ouvir sem significação específica,
gesticulando,
falando,
pisoteando meu coração.

Quer saber de uma coisa?

Não vou deixá-lo a gosto,
assim...
sem eira nem beira,
brincando como bem queira,
gritando sem significação específica
mordendo
soprando
pisoteando meu coração.
Anália Maia
Enviado por Anália Maia em 06/11/2005
Código do texto: T67943
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anália Maia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 67 anos
12 textos (660 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:29)
Anália Maia