Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estranho Sentimento

Estranho Sentimento
Que estranho amor é esse amor que sinto
Tão turbulento às vezes tão sereno
Tão sólido, tão tenro tão infindo
Amor estranho amor esse amor que sinto

Quisera poder arrancá-lo do meu peito
Livrar minha alma dessa procura desse tormento
Da busca insana que cega a razão
Estranho “esse meu amor” “fruto da solidão”

Quantas noites intermináveis lágrimas
Teimosamente vem banhar-me a face
Inunda meu rosto e transborda em meu corpo
Como se esse corpo fosse apenas um cálice

Esse amor estranho amor que atravessa o tempo
Sobrevive do caos intitulado momento
Não se cansa nunca de querer sozinho
Esse alguém sem nome.Esse ser eleito

Não sei se o tempo consumirá esse amor
Mas queria poder num único segundo
Tê-lo em meus braços sem pressa e sem medo
Sentir em teu corpo a duração do mundo

Estranho amor esse amor que sinto
Nascido da dor,da mágoa e rejeição
Sobreviveu a tudo porque ainda acredita
Que um dia quem sabe chegue ao teu coração?

De.Cacilda Balbino Arruda

Claarruda
Enviado por Claarruda em 05/10/2007
Código do texto: T681442

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claarruda
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 64 anos
3 textos (78 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 02:09)
Claarruda