Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BRILHOS DAS ESTRELAS

Autor: abo
Se os brilhos das estrelas refletem o teu sorriso,
Quero ver o céu sempre estrelado.
Pois saberei que você estará sorrindo de alegria.
Enquanto a lua fria te deixa romântico,
Vislumbrando as paixões num cantinho
Sobre os raios da lua que vazão por entre
As frestas deixadas na choupana,
Onde repousa teu corpo carente de amor.
Percebendo desta forma um sentimento,
Que até então desconhecia e ai no mais puro
Impulso do coração resolveu olhar através
Do brilho da estrelas o teu sorriso.
Isso mesmo, indo fundo, conhece o meu sentir,
A velocidade da minha mente não dá conta
Das sutilezas da emoção que tenho por ti.
Com a sensível e delicado em sua essência,
Numa ilusão imaginaria de amor,
Não precisa ser sábio e nem genial para desbravar
Os campos fragmentados do seu coração.
E no contrate entre o brilho da lua e raio de sol,
Vejo os ângulos e incidências pedindo espaços diferentes,
E nos contornos do seu corpo vejo se destacarem,
Os moldes da perfeição de quem se exaltam sem limites,
Mostrando a exuberância da beleza de um sorriso.






Autor: abo
Se os brilhos das estrelas refletem o teu sorriso,
Quero ver o céu sempre estrelado.
Pois saberei que você estará sorrindo de alegria.
Enquanto a lua fria te deixa romântico,
Vislumbrando as paixões num cantinho
Sobre os raios da lua que vazão por entre
As frestas deixadas na choupana,
Onde repousa teu corpo carente de amor.
Percebendo desta forma um sentimento,
Que até então desconhecia e ai no mais puro
Impulso do coração resolveu olhar através
Do brilho da estrelas o teu sorriso.
Isso mesmo, indo fundo, conhece o meu sentir,
A velocidade da minha mente não dá conta
Das sutilezas da emoção que tenho por ti.
Com a sensível e delicado em sua essência,
Numa ilusão imaginaria de amor,
Não precisa ser sábio e nem genial para desbravar
Os campos fragmentados do seu coração.
E no contrate entre o brilho da lua e raio de sol,
Vejo os ângulos e incidências pedindo espaços diferentes,
E nos contornos do seu corpo vejo se destacarem,
Os moldes da perfeição de quem se exaltam sem limites,
Mostrando a exuberância da beleza de um sorriso.





ABO
Enviado por ABO em 05/10/2007
Código do texto: T681781

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ABO
Ariquemes - Rondônia - Brasil
130 textos (4504 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 02:33)