Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Asas da imaginação.



Queria ser uma ave de asas
longas e poder voar para longe
Deixar minha dor para trás e voar rumo ao sul
Lado oposto da minha solidão.
Ir em busca da felicidade
lugar qualquer que me resgate
a direção da esperança perdida,
e os braços fortes da paixão.

Poderia ser um barco e velejar
pela imensidão do mar.
Romper as ondas da tristeza
avançar mar a dentro e me encontrar
em algum porto seguro de minha consciência.

Gostaria de ser música e embalar os casais apaixonados
Ou sacudir os corpos dos jovens amantes da boemia.
Ser música para passear na sua mente e te fazer sentir
prazer ao ouvir a melodia de minha voz.
Poder traduzir em canções todo esse amor que tenho
dentro de mim, ultrapassar gerações e gerações fascinando
aqueles de coração aberto e alma pura.

Queria ser eu mesma, sonhadora, porém
com um pouco mais de coragem
ser mais razão e menos coração
Menos medo, mais força.
Poder te dizer  adeus, tudo bem não foi dessa vez.
Valeu por nada
Valeu por tudo, aquilo que só eu vivi
e só eu pude sentir nesse meu mundo de fantasias.

Vou abrir minhas asas, embarca no navio da solidão
Ser uma outra canção aos ouvidos de outro alguém
que queira escutar e dançar a nossa história de amor.
Janaina Gama
Enviado por Janaina Gama em 07/11/2005
Código do texto: T68250
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Janaina Gama
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 39 anos
140 textos (6197 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:59)
Janaina Gama