Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A flor e o campo


À flor morena
De morenos gestos,
Gentis afagos
Declinou o prado.

Cantando a lira
De áureos poetas,
Nos travesseiros
De cetim calado.

Mas o martírio,
Pensamento impuro,
Desafiando teu impune ato
Impingiu-te  o amor.

E quem tê ama
Das entranhas mortas,
Na aurora d’ouro
Desprezou-te a flor.

Sabendo o talo
De total descanto
Pendeu-se triste
Ao leito de eterno pranto.

E a rubra face
Delicado encanto,
Da flor maldosa
Entregou ao campo.

Gauto
Enviado por Gauto em 07/11/2005
Reeditado em 07/11/2005
Código do texto: T68522
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gauto
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
112 textos (4065 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:36)
Gauto