Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bom dia amor

Bom dia estranho,
faz-me companhia nessa manhã gelada?
sirva-se de leite ou chá à gosto,
duas pedrinhas de açúcar à contento,
para adoçar esse amargor de minh'alma,
chorando dia e noite por algo que se foi,
mas se nunca foi, como poderia ter ído?

Bom dia estranho,
consola-me nesse mar revolto,
nesse estado de angústia que me consome,
nessa rebelião de vontades em mim,
quando só queria sentar e ver um pôr do sol,
esperando arrancar essa raíz que me prende,
esperando desvendar-me por inteiro,
mas como posso mapear meus passos?

Bom dia estranho,
reconheço de longe sua fisionomia,
causa-me arrepio sua visita,
a dor que levo no peito se amplia,
ouço o pulsar de um coração desesperado,
não retire o chapéu,
não mostre a face,
não me faça admitir o que tento esconder,
é estranho...a paixão me toma
e você é aquilo que mais temo: o amor...

Bom dia estranho,
bem vindo ao caos da minha vida!
Andretti
Enviado por Andretti em 08/10/2007
Código do texto: T685553

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andretti
Arapiraca - Alagoas - Brasil
677 textos (14180 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 23:46)
Andretti