Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O AMANTE DESCONHECIDO

Deposito flores
no túmulo do amante desconhecido,
esse que guardou em si
um descomunal amor
e que sofreu calado
por tempos a fio.

Deposito flores amarelas
como a covardia
do amante desconhecido,
esse herói de uma causa perdida,
esse cenobita da paixão.

Sua herança é um caderno
com poemas byronianos.
Eis o túmulo
do redivivo e novamente morto
Werther!

Prefiro dar a cara a tapa
a morrer assim.
Prefiro ouvir um não
que me liberte
e viver assim.
Eis o amante desconhecido!

Seus ossos enfeitam
o chão do cemitério.
Seus poemas são cantados
por perdedores iguais.


James Vidal
Enviado por James Vidal em 09/10/2007
Código do texto: T687083

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (James Vidal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
James Vidal
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
101 textos (9790 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 07:40)
James Vidal