Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A noite

A noite
daquela lua
se cobria
descarada
e essa
a mesma lua sorria
envergonhada

Cépticos
amantes
apostávamos
em vultos
envoltos olhar
e a noite
da mesma lua
como as outras
se sentia
espraiando
o seu luar

Constrangidos
caretas
fizemos a dois
de temor e de paixão
possuímo-nos depois
bebendo
a nossa  canção

Essa
a lua
novo
degrau subiu
piscou um olho
pra nós
e sorriu
e então
por muito tempo
nunca mais
dali saiu.

lucianobarata
Enviado por lucianobarata em 14/10/2007
Código do texto: T693985
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
lucianobarata
Portugal, 67 anos
43 textos (1463 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 06:58)
lucianobarata