Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADES






O vento da saudade sopra.
Insone, te vejo em todas as direções...
O cobertor de amor de ontem,
hoje não aquece a minha noite,
e os abraços apaixonados
se perderam no ar,
onde estão tateando
à tua procura;
ainda sinto teu calor...
Como sobreviver sem
as lágrimas de muitos risos;
sem o carinho de teu aconchego;
sem o mel da tua boca;
e, sobretudo, com esta saudade
doída, que aperta o peito e
explode num grito louco,
a te pedir só mais uma vez:
_ vem me abraçar, Anjo meu?

Izabel Dias
Enviado por Izabel Dias em 15/10/2007
Código do texto: T695077
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Izabel Dias
Guaratinguetá - São Paulo - Brasil
377 textos (60665 leituras)
2 e-livros (1556 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 02:24)
Izabel Dias