Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A pedido da musa

Ela pediu
um poema
com palavras brilhantes
e rimas toantes,
bem bonitinho
e sem metrificação,
 mas do fundo do coração.

Dominei a pena
com a destra
e deitei-me a formá-lo
sobre um papel branco.

Olhei seus olhos
negros-castanhos-verdes-azuis,
seu rostinho rosado-moreno,
o nariz arrebitado ou não,
procurando inspirar-me.

Escrevi duas linhas
mas não gostei,
e então olhei novamente
para o rosto de minha musa.

Os cabelos (louro-negros) caídos
nos ombros,
tão  macios e perfumados,
os lábios entreabertos,
mudos,
à espera de um sorriso
de agradecimento.

Não poetei,
abandonando a pena,
e do fundo do meu coração
dei-lhe um beijo
maior que qualquer poema.
_____________________________
*Poema da década de 1980.
Maurício Apolinário
Enviado por Maurício Apolinário em 16/10/2007
Código do texto: T696095

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Maurício Apolinário
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 59 anos
239 textos (85164 leituras)
1 áudios (54 audições)
5 e-livros (2832 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 15:50)
Maurício Apolinário

Site do Escritor