Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fio de Ouro - Inocente!


Tu que com tua deserção
me deixastes um ser sozinho
lutando com tão parcas armas
e pernas cansadas nos fronts e
trincheiras da dor e da solidão....

Tu, que em tantas vezes nem meus
farrapos, machucados, quebraduras,
fome, sede e exaustão sensibilizaram......

Tu, que te esquivastes aos meus olhos,
mas te enraizastes no mais profundo
do meu coração.....
coração que rasgastes quase ao meio
e lhe tirastes quase todo o esteio epitelial.......

Saibas tu:
"o amor modifica  sentenças,
resgata irresoluções".......
por isso,
Por tudo o que me lembro
e o que não me lembro mais,
o que se enterrou profundamente
e o que ainda ficou latente,
eu te declaro: sejas tu Inocente......

que este rio congelado no meu passado,
flua agora incessantemente,
espalhe as sementes
do renascer da minha vida,
da tua vida, da nossa vida......

com amor, por amor e
no amor
quero agora me sentir
banhada e refrescada
pelas águas cálidas
do amor-perdão....
perdão amor.............


Gladys Saraiva
Enviado por Gladys Saraiva em 16/10/2007
Código do texto: T697010
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gladys Saraiva
São Paulo - São Paulo - Brasil
23 textos (935 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 11:44)
Gladys Saraiva