Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Suas contrações

O sol toca o chão,
Seu olhar;
Água benta para beber,
No horizonte só vejo você

Qual é a parte;
Que me toca;
Nesse peito teu?

Me pegue no colo,
Diga que sou sua.

Eu quero uma luz;
Para sossegar.

Assas;
Por favor,
Tenho que voltar:
A ser o que sou.
Qual a parte,
Que me cabe;
Nesse espelho seu?

Depois de um céu
Tem outro céu
A noite é imortal,

Nossos destinos
Conspiraram.

Se existe outra dimensão
Para que manter os pés no chão,
Se todo mundo quer voar.
Eu entendi o sinal;
Pelo o seu jeito,
De olhar.

Se tudo e para sempre,
Quem foi que fez o não.


Varro as ruas;
Por onde você vai,
Novamente;
Vou me lembrar;
Da tua boca em silêncio.

SONHO;
SEXO;
PAIXÃO

Sempre te contei,
Meus segredos.


Meu destino
Jóquei na tua terra;
Grãos de emoção.


Meus versos,
São seus;
Com a caneta,
Digo aonde estou.

Volta e meia
Amor me ame.

Ronnellya Parente


pena mulher
Enviado por pena mulher em 18/10/2007
Código do texto: T699825

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
pena mulher
Sobral - Ceará - Brasil, 29 anos
31 textos (3632 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 12:46)
pena mulher