Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Amor S/A

O amor hora penetra, hora deixa-se penetrar.
A ponta rígida e lustrosa
Tem paredes úmidas e sensíveis.
E se existe a boca que deseja
Há o alimento apropriado e adequado.

Fazer amor com o sexo
É desqualificar o gozo
O sexo é o desejo de possuir o amor
E este é distribuído sempre.

O amor é virgem de fato
E como tal
É cheio de carinhos e medos.
Sexo é amor deflorado.

E por isso sexo se faz de amor
E nunca amor do sexo.
E se hoje te odeio amanhã lhe tenho amor
Eu sou amor e por isso te amo sempre.

Serei majoritário sempre
E nestes papeis preferenciais
Você terá sempre a escolha
Ao portador ou ficar anônima...
Lorenzo Giuliano Ferrari
Enviado por Lorenzo Giuliano Ferrari em 18/10/2007
Reeditado em 18/10/2007
Código do texto: T700047
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lorenzo Giuliano Ferrari
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
1837 textos (51307 leituras)
1 áudios (2457 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 09:59)
Lorenzo Giuliano Ferrari