Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ironia


Ironia

Como o que precisa ser banido

Erradicado e não querido

Como o que precisa ser arrancado

Nauseado e cuspido...

Como aquilo que devora a alma e os sentidos


Assim sou vista!


Como a doença, a lepra, o impossível.

Agonia, a angústia, o invisível.

O profundo sentimento, o inacessível.

a morte em vida, o sonho intangível


Assim sou sentida!

Como a droga que virou o vício!

Intragada,

             Recusada,

                          Indeferida,

                                         Rejeitada,


Porque tão infinita e eternamente amada e,

Porque em todos os momentos desejada e,

Porque em todos os momentos querida e,

Porque em todos os momentos a tão sonhada e acessível...

Mulher apaixonada...,


Sou, simplesmente, descartada.
                                                                     (Eliete Madureira)

 
 
Eliete Madureira
Enviado por Eliete Madureira em 19/10/2007
Código do texto: T700508

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliete Madureira
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil, 57 anos
15 textos (684 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 06:51)
Eliete Madureira