Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POETA NÃO SOU...

Não sou poeta,
Mas profetizo meus sonhos
E minhas loucuras de amor...
Amar poetizando tudo
De meu interior,
É ter a profunda sensação
De para a vida me entregar,
Para com quem estou curtindo todos os momentos
E dividindo minhas sensações...
Exteriorizando-me para minha amada parceira.
Assim são todos os sentidos prescritos por divindades ao nosso redor.
Assim os encontros e desencontros dessa louca vida.
Abraços, beijos, sussurros e com a grandeza e enorme prazer.
Assim divido meu corpo com você,
Perplexo por atingir a plenitude de nossos desejos ocultos,
Que se transformam num imenso mundo de estrelas e luzes...
Luzes que iluminam nossas noites de prazer e emoções.
Luz, luz, luminosidade...
Poderá ser eteno ou fugaz...
Amante das Palavras
Enviado por Amante das Palavras em 23/10/2007
Reeditado em 23/10/2007
Código do texto: T705812

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Francisco Cesar Espindola). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Amante das Palavras
Casimiro de Abreu - Rio de Janeiro - Brasil, 63 anos
77 textos (4201 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:25)
Amante das Palavras