Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eurídice arde de amor.


EURÍDICE
                       ARDE
                                    DE
                                             AMOR.



Orfeu!
Orfeu!
Oh, meu Orfeu!
O que fazes que não vens até mim?
Estou ardendo de amor.
Meu corpo anseia pelo teu,
Meus lábios clamam teus lábios,
Minha boca chama teu nome a cada minuto de minha existência.
Não permita que essa distância me endureça o coração e
Faça morrer o maior dos sentimentos.
Orfeu!
Devolva-me o riso
A luz
Devolva-me a você, Orfeu!


Ângela Morais
Enviado por Ângela Morais em 25/10/2007
Código do texto: T708665

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ângela Morais
Paragominas - Pará - Brasil, 44 anos
16 textos (753 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 02:27)
Ângela Morais