Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acácio

Vejo-te toda noite
Acácio querido,
Sonho com teus beijos molhando-me os lábios
Busca incessante da realidade de açoite
Pois vieste a mim como pássaro ferido
Te acolhi,dei-te amor,paixão.
Sentimentos (para mim)sagrados,sábios...
Sofro por teres me rejeitado
Por isso te busco na minha solidão
De madrugada ouço os teus murmúrios
Como de um hino cantado,ensaiado.
Luto por esquecer-te:não adianta!
Tu me apareces por detrás das janelas ,dos muros...
Quando percebo já tenho-te ao meu lado
Tua boca carnuda e vermelha
escondendo a minha.Insignificância.
Aí pronto! Fato consumado!
Brilho efervescente da estrela .
Já não quero ter mais insônia,ânsia
quero tê-lo,somente isso.
E se um dia quiseres encontrar-me
estarei aqui,porque nunca saíste de mim.
Sempre fizera-me reboliço.
Elié Silva
Enviado por Elié Silva em 25/10/2007
Reeditado em 06/04/2008
Código do texto: T708702

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elié Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 28 anos
55 textos (1145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 17:13)
Elié Silva