Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Vento

"Inconstante como o vento, sem forma, sem limitações... Que se apresenta a mim como leve brisa, a brincar entre meus cabelos e acariciar meu rosto... mas que também possui a forma de um vendaval, resplandecente em fúria e demonstrando tua natureza incontrolável. Porém não anseio em domá-la, pois foi desta maneira que me veio, e deste teu jeito que me cativas. Desejaria que não tivesse asas, mas estaria lhe privando de voar pelo mundo com teus próprios desejos, lhe aprisionando aos meus. Mas é entre essas reminiscências, que vejo elas te trazendo a mim. Vento, brisa, ventania, um tufão... Num vagar intenso, eterno? Acho que não, sentirias vontade em determinado momento de descansar e encontrar o que tanto andas procurando nas pessoas, nos lugares... em si mesma. Aí, se transformaria num sopro, pequeno sussurro.. num incomodar cômodo. Um ser intenso não tem limitações, apenas às que ele mesmo se aplica."
Compostella
Enviado por Compostella em 29/10/2007
Código do texto: T714528
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Compostella
Itaúna - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
54 textos (2208 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 11:13)
Compostella