Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Doce Aroma do Pecado

Teu inesquecível aroma
De fragrância impossível de ser representada
Por um qualquer boticário
Invade as noites em que sorrateiramente
Ousas entrar no meu quarto,

Sim pecadora, menina mulher,
Com o teu sorriso me desafias,
Com teu beicinho me desarmas,
Com a tua alma me amas.

Na presença de anjos e demónios
Nos entregamos sem pudores
A esta louca vontade e desejo
De fazermos amor sem medida,

Amor que me enlouquece, que me fascina,
Que me enfraquece e me faz refém
Dessas audaciosas carícias

E se um dia tiver que responder
Sobre este acto insano e promíscuo
Responderei que pequei
E absorverei toda e qualquer punição
Mas fiz minha vontade, respeitei meu coração
Sérgio Costa
Enviado por Sérgio Costa em 30/10/2007
Código do texto: T716026

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Nome de autor e link obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Costa
Portugal
23 textos (1044 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 13:10)