Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONFESSO


CONFESSO


Pertinho de te
Senti em mim
O ar rarefeito
Perfume enfeitiçado
Teu cheiro!

Excitação renovada
Pernas enlaçadas
Mãos necessárias
Bocas ávidas
Enlevo!

Me perdi no infinito
Dos teus olhos de amante
Olhos mutantes:

Âmbar aveludado
Castanhos cristalizados
Amêndoas, esverdiados
Jamais vitrificados
Espelho dos meus
Belos e ternos
Olhar penetrante

Se era pra ser assim,
Então... Que fosse

Nossa vida...
Hora gozo e alegria,
Hora dor dilacerante.

Nossas vidas...
Unidas e distantes
Chegada e partida
Sedução alucinante

Nossa cama...
Maravilha,
Muito bom,
Um encontro em despedida,
SUPRA-SUMO!
Como sempre fora antes
Deliciosamente
Provocante!
                                                     Analúcia azevedo. 04.11.2007.





Analúcia Azevedo
Enviado por Analúcia Azevedo em 05/11/2007
Código do texto: T724366
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Analúcia Azevedo
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 43 anos
127 textos (12370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 16:24)
Analúcia Azevedo