Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

cristal do dia e da noite

no dia em que uma flor
deixa o orvalho deslizar
como o cristal salgado
uma lágrima no coração sangrado

nesse momento a noite
desliza como um rio
silencioso e obscuro
pacifico corpo frio

assim fizera sofrer
sem intenções
assim comessara a chover
lágrimas de sangue
das nuvens e trovões

no escuro cinza nublado
a flor esta sem cor
só há brilho
nos cristais no chão enlameado

a noite se esvai
com a luz do sol nascente
uma luz refletida
dos cristais salgados escorridos
da flor sofrente

erga-se novamente claridade
seque a dor e o sofrimento
traga novamente a vaidade
a felicidade da flor
Sem Nomes
Enviado por Sem Nomes em 06/11/2007
Reeditado em 28/04/2009
Código do texto: T725291
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sem Nomes
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 29 anos
113 textos (4556 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 18:09)
Sem Nomes