Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMADA



Que brilho nos olhos
Que brancura nos dentes
Que alegria transbordante
transpiras sem dificuldade aparente
Tua meninice é luz profunda
Dessas que,infelizmente,com a idade
vai se apagando do coração da gente.
E eu,meio bobo,meio delirante,
rezo,quase penitente
pra que esse sorriso meia-lua cheio
não se apague tão cedo.
Que pipoquem luzes desses dentes
Que o gargalhar de menina sapeca
alivie sempre nossas dores,nossas chagas
Que brilho nos olhos
Que brancura na alma
Que alegria esfuziante
a fuzilar quem apareça pela sua frente
Eu queria entender o que esse coraçãozinho
tanto pensa,tanto pede da vida
Eu queria entender novamente
o que é que uma criança sente
Que brilho nos olhos
Que brancura nos dentes
Que alegria infinita
A recrudescer a velhice precoce na gente.

                                                             17/12/2004
MARCELO MOURÃO
Enviado por MARCELO MOURÃO em 09/11/2007
Código do texto: T729588

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor (Marcelo Mourão)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MARCELO MOURÃO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 44 anos
66 textos (2061 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 17:01)
MARCELO MOURÃO