Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Declaração de amor

Teu olhor me enfeitiçou,
Deixou-me indefeso;
Fêz-me ver o amor,
Sim, mas sinto-me preso;
Preso à tua beleza.

Seu sorriso cativou-me,
Tornou-me escravo,
Pensar em ti
É meu único prazer,
Beijar teu lábios, ti ter

Pois sua doçura,
Curou minha amargura;
Enfim percebo o amor,
Vejo uma saída,
Já não sinto tanta dor.

Perdoe minha insolência,
Pense em mim como um apaixonado,
Que só quer ficar ao teu lado;
Beijar-te como jamais alguém te beijou,
Amar-te como jamais alguém te amou.
Angelo Ferreira
Enviado por Angelo Ferreira em 11/11/2007
Código do texto: T732744
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Angelo Ferreira
Bofete - São Paulo - Brasil, 33 anos
11 textos (449 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 14:46)
Angelo Ferreira