Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Jovem amanhecer

Acordaste-me ao amanhecer
Era ainda jovem a manhã
Neste dia que sempre vai prevalecer:
Um hoje a florescer
o perpétuo amor do amanhã!

De seda era o cortinado
Que escondia o vidro espelhado
Da nossa janela;
Os pássaros no telhado
Diziam num tom abusado:
"Meu Deus, como é bela!"

Uma "ela" que és tu somente
A mais pura donzela...
Um Ser diferente,
Comigo, sempre presente...
Ah, como quero ser a tua caravela!

E quando o vento assobiar
Clamando por teu louvor,
Serei eu o pássaro a cantarolar:
És e serás sempre o meu AMOR!


DEDICATÓRIA: Num universo que era só meu, encontrei uma estrela cadente que me guia e ilumina; assim... este universo é agora só teu minha estrela, noite e dia! BEIJOS!
artescrita
Enviado por artescrita em 18/11/2005
Reeditado em 18/11/2005
Código do texto: T73307
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
artescrita
Portugal, 33 anos
107 textos (4742 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:42)