Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEM VOLTA, SEM DÓ

Ainda sou aquele que te pediu colo
Ainda sou aquele que chorou ao sentir a partida
Ainda sou aquele que gritou de medo
Ainda sou aquele que insistiu no erro

Sou mais velho, mais tolo, mais solto
Sou mais pronome, menos adjetivo
Sou mais eu, sou menos você
Isso eu sei...

Muito mudou: o tempo, o cheiro, o gosto, a voz
Pouco passou: o mesmo tempo, o medo, a lembrança algoz

Ainda sinto o passado a penetrar as entranhas da minha alma
Posso ver você ali parada olhando
Incessante no pedido de compreensão...
Como se fosse um grito!
Como se fosse vício! ... Não deve ser tão livre assim
Mas minha tristeza que nunca terá fim.

E não é por pena não!
Agora vou tentar ir sem rancor,
Pra descobrir quem sou...
Mas, sem poupar meu sono, sem poupar meus sonhos
Sonhei assim te perdoando... esquecendo o quanto errou
Mas só não me venha mais falar de dó...
Acácio Véras jr
Enviado por Acácio Véras jr em 13/11/2007
Código do texto: T735694

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Acácio Véras Jr, www.acacioverasjr.multiply.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Acácio Véras jr
Teresina - Piauí - Brasil, 32 anos
56 textos (2270 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 05:32)
Acácio Véras jr